Vistos de Estudantes serão processados a partir de julho de 2022

O governo antecipou a reabertura total da fronteira para 31 de julho e anunciou grandes mudanças nas configurações de imigração com a esperança de atrair trabalhadores estrangeiros de construção, engenharia, comércio, saúde e tecnologia.






A fronteira estará totalmente aberta a partir das 23h59 de 31 de julho, quando os requisitos de teste de covid antes do embarque também serão descartados. Entretanto, o Governo estabeleceu uma nova “green list” para substituir a lista de escassez de competências, a lista inclui funções sob demanda, como médicos, enfermeiros, parteiras, encanadores e eletricistas. Os trabalhadores poderão ter seus pedidos de residência rapidamente rastreados e processados ​​dentro de 30 dias se estiverem preenchendo vagas de áreas críticas, ou dentro de dois anos, com um visto de trabalho de um empregador credenciado.


A Lista Verde fornece dois caminhos para a residência – um caminho rápido ou caminho do trabalho para a residência. Os imigrantes elegíveis que trabalham nessas ocupações ou que recebem o dobro do salário médio terão caminhos claros para a residência.


As mudanças fazem parte do Immigration Rebalance, que visa facilitar a atração e contratação de migrantes altamente qualificados. As configurações estão sendo alteradas para estudantes, bem como para trabalhadores migrantes e seus parceiros e caminhos de residência qualificados.


Mudanças na educação internacional


Visto de Pos Study Work Visa:


Foram feitas alterações nas configurações de visto de trabalho pós-estudo, que se aplicarão a qualquer pedido de visto de estudante recebido em ou após 11 de maio de 2022 não coberto por acordos transitórios, incluindo pedidos de visto de estudante de pessoas na Nova Zelândia:


  • Os alunos continuarão a ser elegíveis para direitos de trabalho pós-estudo se estiverem cursando bacharelado, pós-graduação, mestrado ou doutorado que tenham estudado em período integral na Nova Zelândia por um mínimo de 30 semanas. Para, os alunos que realizam uma qualificação no Nível 7 e abaixo (exceto bacharelado), eles só serão elegíveis para o visto de pos study work visa se a qualificação for relevante para uma ocupação na Green List . Isso inclui Diplomas de Graduação e Diplomas no nível 7.


  • Visto de pos study work visa para estudantes não diplomados (abaixo level 7) que estudaram para as qualificações relevantes da Green List só permitirão que o imigrante trabalhe nessa ocupação, embora eles possam mudar de empregador e trabalhar por menos do que o salário mediano de $27,76


  • Existem 20 funções na Green List que têm caminhos diretos do Nível 7 e qualificações abaixo do nível. Estes incluem: Gerente de Projeto de Construção; Construtor de Projetos; 12 funções específicas de engenharia; Técnico de Engenharia Civil; Técnico de Engenharia Elétrica; Professor do Ensino Secundário; Professora da Primeira Infância (Pré-primária); Eletricista Automotivo; Mecânico de motores diesel.


  • Para a maioria dos estudantes internacionais qualificados para um Post-Study Work Visa, a duração desse visto de trabalho agora refletirá o tempo de estudo na Nova Zelândia, até um máximo de três anos. Essa mudança não se aplicará a estudantes de mestrado e doutorado, que continuarão a receber direitos de trabalho pós-estudo de três anos, desde que tenham passado 30 semanas na Nova Zelândia estudando em período integral. Essa mudança é sobre proporcionalidade, mas também reconhece o valor para estudantes e empregadores de experimentar a educação da Nova Zelândia no contexto.


  • Os estudantes internacionais não poderão mais solicitar um segundo visto de trabalho pós-estudo. Isso é para reduzir o tempo que alguém pode estar trabalhando na Nova Zelândia sem solicitar um visto de trabalho de empregador acreditado, onde o empregador deve primeiro verificar se um neozelandês está disponível para fazer o trabalho.


  • Os estudantes internacionais não poderão mais solicitar um segundo visto Post-Study Work Visa. Isso é para reduzir o tempo que alguém pode estar trabalhando na Nova Zelândia sem solicitar um visto de trabalho de empregador acreditado, onde o empregador deve primeiro verificar se um neozelandês está disponível para fazer o trabalho.


  • Os alunos que já começaram a estudar uma qualificação elegível nas configurações atuais e que solicitaram um visto ou possuem um visto para esse estudo específico serão considerados de acordo com as regras pós-estudo 'antigas'. Isso inclui alunos que entram na Nova Zelândia sob a exceção de fronteira mais recente para 5.000 alunos, desde que atendam aos requisitos educacionais nas configurações atuais. Os estudantes que iniciaram uma qualificação no exterior e que solicitarem um visto a partir de 11 de maio serão considerados sob as novas regras.


  • Nenhuma mudança foi feita nos direitos de trabalho estudantil para estudantes internacionais, o que continua sendo uma parte importante da educação na Nova Zelândia para alguns estudantes internacionais e mitiga alguns de seus riscos de exploração.


Comprovação Financeira


A partir de 31 de julho de 2022, os requisitos de fundos aumentarão:


  • De US$ 15.000 para US$ 20.000 por ano para candidatos a visto de estudante de nível superior e para US$ 17.000 para possíveis estudantes de escolas internacionais. Esses valores serão rateados para períodos mais curtos de estudo.


  • Com exceção de alguns alunos de aviação, os alunos precisarão pagar as mensalidades do primeiro ano, ou primeiro programa de estudo (o que for mais curto), e terão que comprovar fundos para o mesmo período.


  • Estudantes em transição para visto Post-Study Work Visa a partir de 11 de maio precisarão apresentar fundos de US$ 5.000.


A possibilidade de estudantes internacionais permanecerem após estudar e trabalhar é apenas uma pequena característica dos benefícios da educação internacional na Nova Zelândia. O projeto de estratégia define a oferta de “alto valor” da Nova Zelândia como o fornecimento de educação de qualidade que ajuda a fortalecer o sistema educacional e contribui para a pesquisa e inovação e outros benefícios socioculturais, econômicos e diplomáticos para a Nova Zelândia.


Estudantes internacionais ainda serão bem-vindos para estudar em níveis não diplomados na Nova Zelândia em uma de nossas muitas instituições de qualidade. Muitos podem trabalhar enquanto estudam. Eles também podem solicitar outro visto após o visto de estudante, como o Visto de Trabalho de Empregador Credenciado, se forem elegíveis – inclusive recebendo salário médio ou mais na maioria dos casos.


Veja a lista de profissões da Green List


Fonte: https://www.stuff.co.nz/national/politics/300585546/border-opening-and-immigration-changes-announced-by-pm

https://www.immigration.govt.nz/about-us/media-centre/news-notifications/students-able-to-travel-to-new-zealand-from-july

https://www.immigration.govt.nz/about-us/media-centre/news-notifications/nz-border-fully-reopening-july-2022